29/03/21

Prefeitas e prefeitos pedem socorro diante da situação dramática do Brasil na pandemia

O país concentra hoje o maior número de mortes diárias pela COVID-19 em todo o planeta; prefeitos e prefeitas pedem auxílio internacional para que o Brasil volte a crescer

O Brasil é hoje o epicentro da doença que já matou quase 3 milhões de pessoas ao redor do mundo em apenas 1 ano. O país tem registrado recordes diários de mortes pelo novo coronavírus, ficando à frente de nações como os Estados Unidos, que já ostentaram esse triste título. E por ser visto hoje como uma ameaça mundial, prefeitos e prefeitas de municípios brasileiros pediram socorro. Em um vídeo, produzido pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) em parceria com a Vital Strategies, chefes do Executivo local retrataram a situação atual do país.

O objetivo do apelo é destacar, na mídia nacional e internacional, que prefeitas e prefeitos brasileiros estão empenhados em enfrentar a COVID-19 amparados na ciência. O vídeo reuniu o presidente da FNP, Jonas Donizette, e os prefeitos do Rio de Janeiro/RJ, Eduardo Paes; de Aracaju/SE, Edvaldo Nogueira; de Florianópolis/SC, Gean Loureiro; de Salvador/BA, Bruno Reis; de Belém/PA, Edmilson Rodrigues; de Fortaleza/CE, José Sarto; de Caruaru/PE, Raquel Lyra; e de Pelotas/RS, Paula Mascarenhas.

Conectar
Diante dessa situação, prefeitos e prefeitas de todo Brasil se uniram para formar o Conectar – Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras. A proposta é inédita no país e começou a ser desenhada em fevereiro deste ano, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou que estados e municípios participassem de negociações para a aquisição de imunizantes contra a COVID-19.

O objetivo do Consórcio é oferecer suporte aos municípios caso o Programa Nacional de Imunização (PNI) não consiga suprir a demanda nacional. A ação já reúne mais de 2,6 mil cidades interessadas em adquirir não só vacinas, mas medicamentos e insumos de saúde. Com isso, mais de 156 milhões de pessoas podem ser alcançadas pelo Conectar.

Nessa segunda-feira, 29, municípios que aderiram à iniciativa vão eleger a Diretoria e o Conselho Fiscal do Consórcio. A partir daí, terão início as tratativas para compra de vacinas, além de medicamentos e insumos contra a doença.

Os recursos para compra de vacinas pelo consórcio poderão ser de três formas: por meio dos municípios consorciados, de aporte de recursos federais e de doações nacionais e internacionais de fundações, instituições, empresas etc.

Além disso, o consórcio poderá receber doações insumos, vacinas, medicamentos – tudo o que for preciso para o enfrentamento à COVID-19.

Após a posse da Diretoria e do Conselho Fiscal, nessa terça-feira, 30, será disponibilizada no portal do Consórcio Conectar toda a documentação oficial para que as instituições interessadas possam fazer as doações. Mais informações sobre como ajudar o Brasil em Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Cidades contra a COVID
A parceria entre a FNP e a Vital Strategies, ONG que atua em mais de 70 países em ações de saúde e comunicação de risco, rendeu também uma campanha de conscientização durante a pandemia. A plataforma “Cidades contra COVID-19” reúne materiais para serem utilizados gratuitamente pelos cidades e estados, todos baseados em recomendações científicas.

O conteúdo da campanha pode ser personalizado, inclusive com a própria logomarca dos entes, atendendo as necessidades do processo de vacinação e de outros programas de controle da COVID-19. Saiba mais.

Redator: Jalila ArabiEditor: Paula Aguiar
Última modificação em Segunda, 29 de Março de 2021, 11:29
Mais nesta categoria: