28/04/21

Desafios e ações para o transporte público na pandemia são tema do primeiro webinar do AcessoCidades

Evento virtual do Projeto AcessoCidades reuniu representantes e gestores do Brasil, Espanha e Itália para discutir alternativas para o setor durante e após a pandemia

Os desafios enfrentados e as ações realizadas no transporte público no Brasil, na Espanha e na Itália durante a pandemia foram o tema do primeiro webinar do “Projeto AcessoCidades: cidades mais acessíveis e conectadas”. A troca de experiência, intitulada “Transporte público e COVID-19”, reuniu representantes dos três países, nesta quarta-feira, 28, além de secretários e gestores de mobilidade urbana.

O AcessoCidades, lançado no dia 12 de abril, é uma parceria entre a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), a Confederación de Fondos de Cooperación y Solidaridad (Espanha) e a Associazione Nazionale Comuni Italiani (ANCI/Itália). A iniciativa visa qualificar políticas de mobilidade urbana no Brasil a partir da troca de experiências entre cidades e da capacitação de municípios no uso de dados abertos para o planejamento de transportes, com vistas ao desenvolvimento sustentável e ao combate às desigualdades sociais.

No primeiro encontro temático, o representante brasileiro foi o secretário de Mobilidade Urbana de São José dos Campos/SP e presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes de Mobilidade Urbana, Paulo Guimarães. Em sua exposição, Guimarães apontou algumas questões que, na opinião dele, podem ser fundamentais para reestruturar o setor no país.

“Um dos pontos é a coesão e a representatividade. Com a nova gestão do Fórum, conseguimos reunir todas as capitais e representar cerca de 190 cidades, o que equivale a 120 milhões de brasileiros, sendo 80 milhões passageiros transportados por dia. Outro ponto é a troca de experiências, principalmente na pandemia. O sistema de custeio do transporte público no Brasil ainda é em cima da tarifa. Isso abre margem para o aumento do transporte clandestino”, avaliou.

Além disso, Paulo Guimarães garantiu que São José dos Campos vem aplicando cada vez mais recursos para prevenir o contágio pela COVID-19. “Segundo uma pesquisa local, constatamos que o sistema de transporte não é o maior vetor de transmissão pelas medidas que adotamos na cidade.”

Marco Granelli, secretário de Mobilidade Urbana de Milão (Itália), contou que a cidade vem trabalhando intensamente no setor e que, hoje, o governo local contribui com recursos nacionais e europeus para estruturar o transporte, principalmente os veículos sobre trilhos, como metrô e trem. Segundo ele, a proposta é “realizar novos quilômetros de trilhos para metrôs, trens e percursos exclusivos para ônibus que fiquem livres de trânsito particular.”

O representante italiano destacou, ainda, que Milão vem investindo cada vez mais em espaços para pedestres e para ciclistas, além de pensar em tarifas diferenciadas para usuários de transporte público. Granelli disse que a ideia é conversar com escolas e empresas para avaliar horários de entrada e saída de cada segmento e propor novos horários, melhorando, assim, “a distribuição da demanda no curso do dia” e prezando pela segurança e distanciamento em tempos de pandemia. “As tarifas seriam diferenciadas de acordo com o horário”, reforçou.

O técnico de Planejamento de Transporte Público da Área de Mobilidade da Região Metropolitana de Barcelona (Espanha), Josep Maria Olivé Garcia, comentou que a realidade local é que muitas empresas de ônibus são “exploradas por empresas privadas.” Até antes da pandemia, cerca de 29% dos moradores da cidade e dos arredores usavam transporte público (de um total de quase 320 milhões de pessoas). “A COVID-19 impactou diretamente a procura por transporte público”, lamentou.

Ele listou os principais pontos que levaram a população a perder a confiança no setor durante a pandemia. “Tivemos queda nas receitas principalmente pelo medo de contágio. Além disso, houve menor mobilidade das pessoas por causa do teletrabalho, pela baixa procura por eventos culturais etc. Já tivemos uma recuperação, mas não chegamos aos valores prévios de antes.”

A estratégia a curto prazo de Barcelona foi investir em comunicação, com propagandas que mostravam que o transporte público era um meio seguro de locomoção. Uma das ações foi proteger os motoristas, com “bloqueios” dentro dos veículos para separá-los dos usuários. Além disso, foram distribuídas máscaras dentro dos ônibus para proteção individual e houve investimento em espaços para pedestres e ciclistas.

União Europeia
Carlos Oliveira, ministro Conselheiro na Delegação da União Europeia no Brasil, responsável pelas áreas da Economia, Indústria, Mercado Digital, Mobilidade e Transportes, afirmou que o objetivo é investir em “um sistema de transporte mais sustentável”, com menos emissão de gases nocivos ao meio ambiente.

Na opinião do ministro, o setor de mobilidade está entre os mais afetados e “essa é uma oportunidade de implementar novas políticas e ações.” Uma das estratégias para uma mobilidade inteligente sustentável, propostas pela União Europeia, é difundir o Green Deal, iniciativa que impõe, até 2050, uma redução de 90% na emissão de gases de efeito estufa associados aos transportes e aumenta em 50% o transporte interno aquaviário e marítimo também até 2050.

AcessoCidades
O “Projeto AcessoCidades: cidades mais acessíveis e conectadas” é uma iniciativa cofinanciada pela União Europeia e coordenada pela FNP, que tem como parceiros internacionais a ANCI - Associazione Nazionale Comuni Italiani (Italiana) e a Confederation de Fondos de Cooperación y Solidaridad (Espanhola).

O projeto terá duração de 3 anos (entre 2021 e 2023) e 4 eixos de atuação: governança; diagnóstico e capacitação; planejamento e viabilização de boas práticas; e engajamento.

_____

Os assuntos tratados neste texto estão localizados nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 11 - Cidades e Comunidades Sustentáveis; 17 - Parcerias e Meios de Implementação. Saiba mais aqui.

Redator: Jalila ArabiEditor: Livia Palmieri
Última modificação em Segunda, 03 de Mai de 2021, 17:14
Mais nesta categoria: